Tecnologia

iPad

27 de janeiro de 2010

iPad

Chegou a surpresa mais previsível da Apple. Mas que “surpresa” agradável.
Antes de qualquer coisa, preciso fazer minha ode aos livros (de papel). Moro ao lado da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, e passo por lá (e consumo) pelo menos uma vez por semana. Normalmente bem mais. Gosto do ambiente, das estantes, do café (somente as 15h00, quando tem menos gente. Se não, fica muito barulhento). E, claro, gosto de papel, capa dura, gramatura, tinta…  Enfim, gosto de livro impresso.
Mas aí veio a Amazon e criou o Kindle. Tudo bem, ele era feinho e brega, com tela monocromática, recursos limitados. Não ia pegar. Aí descobri que foi o produto mais vendido nos últimos meses no site da Amazon. Começou minha preocupação. Até chegar o inevitável, o iPad.
E aí tudo ficou mais confuso ainda. O produto parece ser maravilhoso. E, além de toda tecnologia, que pode ser visto em vídeo, fiquei pensando em como ela pode facilitar algumas coisas. O mais simples, alguém como eu que adora viajar com muitos livros, sofre muito devido ao peso destes. Com o iPad isso fica resolvido. Outra coisa, para alguém que sonha ter algo publicado (eu de novo), o iPad pode cortar grande parte do percurso da obra ao leitor, e, principalmente em países como o nosso, onde a leitura não é o forte, pode viabilizar o projeto de divulgar esse tipo de trabalho.
Afinal, eu pensei o seguinte, se eu criasse uma obra, uma graphic novel completa, e transformasse num eBook para iPad (um aplicativo, basicamente), voilá, eu disponibilizo a obra para venda direta com o preço que eu achar justo (uma espécie de “Fair Trade” sem precisar de certificação).
Só não sei ainda se seria “fair” realmente. Afinal o trabalho da editora me parece indispensável ainda. Mas por quanto tempo?
Portanto, fiquei excitado com o produto, mas com uma sensação de angustia porque ainda olho para o livro impresso de forma passional. Mas eu supero. Afinal, imagino, agora é inevitável, não dá mais para voltar atrás.
P.S. 01: Esse Post foi dedicado a Lina, que hoje mais cedo, quando comentei que estava encafifado com isso, ela mandou eu ficar quieto e comprar um livro bem pesado, que passava.
P.S. 02: Uma pérola do nosso “querido presidente Lula” que eu achei que cabia; “Tenho uma preguiça desgramada (sic) de andar em esteira e de ler livros”.

© Copyright 2017 - oportodesign.com