Política

15 de maio de 2012

As integrantes do grupo Femen, da Ucrânia, tem como marca em seus protestos se manifestarem com muito barulho, cartazes e seios de fora, e basicamente, entre tantas questões, o corpo da mulher está sempre em pauta.

E aqui no Brasil, como podemos imaginar uma manifestação neste nível a respeito da prostituição?


QUANTOS “PORRA” NOSSOS POLÍTICOS CONSEGUEM FALAR EM POUCO MAIS DE 1 MINUTO?

9 de agosto de 2010

Ou seria melhor comentar o fato de Lula chamar tênis de esporte de burguês? Entra ano e sai ano e esse senhor continua com o mesmo discurso fora de moda…


É LULA APOIANDO COLLOR, APOIANDO DILMA…

27 de julho de 2010

O amor é lindo mesmo! E, no caso do novo jingle da campanha de Collor, diferente da poesia “Quadrilha” de Drummond ( João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria…), nesse caso, o círculo fecha direitinho. E os três agradecem, “como é bom viver num país sem memória”…



ELEIÇÃO É A BOLA DA VEZ

15 de julho de 2010


Pra não esquecer I – Nosso “querido” presidente!

16 de março de 2010

tomford

Isto não é um blog político. Entretanto eu me considero um cidadão consciente. Estamos em um ano eleitoral e, desde o começo do segundo mandato de Lula, tenho vontade de escrever sobre ele. Nunca defini uma forma que valesse a pena. Já imaginei um personagem caricato, um socialista, que comanda uma “republica exportadora de bananas”, que é adorado pelo povo que gosta de soluções superficiais e imediatas (ou seja, mais ou menos 73% da população) em um paraiso tropical num calor de 40 graus a sombra. Eu contaria uma história que se passaria com esse lider em uma situção específica, meio “Dr. Jivago”. Mas ai pensei que isso já até aconteceu em uma ilha distante no Caribe. Desisti, por enquanto.
Mas continuava com vontade de desabafar. Mas como eu poderia falar mal de Lula se , até o começo do segundo mandato, a única coisa que realmente me irritava nele era a forma como falava (o que irrita ainda muito, por isso prefiro ler o que ele falou a escutá-lo). Só que se eu fizesse isso, com certeza me acusariam de ser “burguês e elitista”, ou algo do tipo. Então desisti de novo. Mas de repente, Lula começou a me dar muitos motivos para criticá-lo. E hoje ele e seu governo são um prato cheio para críticas (ok, não só hoje, já faz bem mais tempo, mas convenhamos, tem piorado muito). Não preciso falar do populismo descarado, por se portar como um típico popular governando da laje de casa num domingo de churrasquinho…  Agora, posso falar de assuntos que sei que fazem parte do seu governo, e considero ter os argumentos básicos para criticar, como o fracasso da sua política externa, ou o gasto público exorbitante, o abuso de medidas populistas. Eu posso também falar de algo que me assusta muito mais, muito mais que uma politica econômica ruim, por exemplo. Eu tenho medo do seu constante ataque à democracia. Desde a expulsão do Brasil do jornalista do New York Times por associar lula ao consumo de álcool (de onde ele tirou esse idéia?!?!) até a recente defesa as “ditaduras” (tem que ser entre aspas porque, teoricamente, são democracias) da América Latina. Ai, como eu admiro o Chile…
E agora a última pérola do presidente em relação a sempre onipresente Cuba e seus presos políticos. E justo ele, que já foi um preso político e já fez greve de fome (se bem que, não sendo digno como um preso político cubano, ou Ghandi, trapaceava se “alimentando” escondido de balas e bolachas). Bom, preciso justificar esse post político dentro de um blog sobre quadrinhos e arte. Por isso a pérola de lula acima vem em versão quadrinho. Pronto, problema resolvido. Inauguro assim a séria “Pra não esquecer”, que será basicamente uma memorabilia de fatos ou frases políticas que considero importante relembrar, de tempos em tempos. E, numa democracia, cada um faz o que quiser com isso.
P.S.: Esse mesmo projeto já foi feito, com MUITA competência, por Marcelo Tas (veja aqui).

© Copyright 2017 - oportodesign.com